Combate ao COVID-19

Força Tarefa de Catastrofes COVID-19

Força Tarefa de Catastrofes COVID-19

A Força Tarefa de Catástrofes COVID-19  iniciou seus atendimentos em São Paulo e no Rio de Janeiro em abril de 2020. Antes de mais nada é preciso dizer que esse é um grupo especial e experiente de voluntários.

A princípio a fim de monitorar o comportamento do vírus nas ruas, identificar possíveis infectados e encaminhá-los aos postos de saçude quando houver necessidade, orientar a população sobre como se proteger, assim como distribuir kits de higiene, máscaras, roupas e alimentos.

Assim como os atendimentos de nossos médicos e outros profissionais da saúde as doações sendo feitas por inumers pessoas e empresas e distribuidas em todas as ações são de extrema importância.

Alimento e Proteção

A escassez de doação de alimentos nas ruas durante a pandemia deixou a população em situação de rua em mais vulnerável ainda à doença. O sistema imunológico fica mais fragilizado diante à mal nutrição. Do mesmo modo a distribuição de kits de higiene e máscaras de proteção são extremamente importantes nesta fase.

Atendimetno Humanizado e de Qualidade

Nesse sentido, a Força Tarefa de Catastrofes COVID-19 assegura em suas ações um atendimento individual e humanizado levando também atendimetno psicológico para as pessoas  em situação de vulnerabilidade social.

Durate a pandemia de COVID-19 os animais de estimação da população em situação de rua também tem sofrido muito pela falta de alimento portanto durante as doação também distribuímos ração para atendê-los.

Atualmente a Força Tarefa está atuando em São Paulo e no Rio de Janeiro ha cada 15 dias  nas duas capitais.

Em São Paulo os atendimentos ocorrem na esquina da Rua XV de novembro e na Rua do Tesouro no Centro e no Rio de Janeiro. NoRio de Janeiro as ações tem sido uma ação itinerante e os locais anunciados na semana da ação através das mídias sociais.

Calendário das ações d Força Tarefa COVOD-19

Leia Também:

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *